Como fazer print screens no Mac OS X Yosemite

osx-yosemite-v2-960x540
command+shift+3: Captura a tela inteira e salva numa imagem no seu Desktop (Mesa), no formato PNG.

command+shift+4: Captura uma parte da tela que você escolhe e seleciona, e salva no seu Desktop. Ao usar esta combinação, o cursor do mouse vira um alvo e você seleciona a área que quer capturar. Você arrasta e quando soltar ele automaticamente captura a tela.

command+shift+4 e depois barra de espaço: Se você usar a combinação anterior (command+shift+4) e em seguida apertar a barra de espaço, o ponteiro do mouse que era um alvo vira uma câmera, e você pode clicar com ela em cima da janela que você quer para capturar somente ela e salvar a imagem no seu Desktop.

qualquer combinação+ctrl: Ao invés de salvar a imagem no Desktop, a imagem fica no clipboard e você pode colar no programa que desejar, sem gerar uma imagem automática.

alterar o formato do arquivo: É possível escolher o formato do arquivo que o print screen gera, pode ser PDF ou PNG. Para alterar esta opção, abra o Terminal e digite o comando

defaults write com.apple.screencapture type pdf

e pressione enter. Desta forma você altera o formato do arquivo para PDF. Para alterar para PNG, basta substituir no comando o pdf por png. Você deve fazer logout ou reiniciar o Mac para que esta alteração passe a valer.

Barra de ferramentas Adobe Photoshop CS3

Vamos em uma sequencia exata de cima para baixo.

Ferramentas Photoshop CS3

ferramentasphotoshopMove (mover camadas)

Esta ferramenta permite que você ande com imagens ou partes dela pela tela de trabalho, ela pode selecionar camadas automaticamente ao clicar em cima ou selecionar manualmente clicando na camada desejada.

Marquee (marcar para recortar com formas)

Esta ferramenta permite que você faça seleções de formas ou auto formas para recorte, serve também para mover uma parte de uma camada ou para selecionar para cópia ou recorte trechos ou camadas completas.

Existem 4 tipos de marquee’s, Quadrado, redondo, linha horizontal e linha vertical.

Ambos necessitam que o mouse crie a sua trajetória de seleção.

Lasso (marcar para recortar manual)

O laço magnético ou simplesmente laço é a ferramenta que permite o recorte de imagens ou partes dela. O laço tem 3 modos de uso, o laço manual onde você vai riscando a tela com o esquerdo pressionado e solta somente quando concluir, o laço por retas, onde você vai clicando e soltando o mouse para contar um objeto e o laço automático, que define a tonalidade do pixel diferente e vai criando uma Sequencia.

Wand (marcar para recortar por pixel)

A varinha mágica, ela tem 2 metodos para uso, ou você usa a varinha que seleciona pela tolerância de pixel ou a varinha que seleciona atraves da forma de um pincel (brush).

Crop (selecionar area para nova camada)

O Crop permite que você selecione uma determinada área na imagem atual e ao clicar duas vezes sobre esta seleção ele automaticamente cria um novo projeto com as medidas e conteúdo daqueles que voce havia recortado.

Slice (recortar para exporter)

O canivete de todo web design, com a ferramenta Slice, você pode recortar imagens inteiras ou partes dela, pode criar um mosaicos de recortes para expotar isso posteriormente a outro programa ou a um arquivo .html por exemplo. O Slice vem com 2 tipos de método, o método linha reta que auto cria réguas visíveis no local recortado e o método que recorta a camada por completa.

Healing Brush (“curativo” corretor)

O corrector ele serve para alterar partes da camada que você esta trabalhando. Não tenho muito conhecimento desta ferramenta, pois o meu conhecimento outro tipo de edição no Photoshop.

Brush (pincel)

Chega a ser um crime falar dos Brushes, quem souber usar um brush corretamente ganha dinheiro facilmente fazendo trabalhos de Design, os Brushes podem ser adicionados, alterados, criados, pode-se entender que os Brushes nada mais são do que pinceis mas com formas e opacidades variadas. 60% dos meus trabalhos levam Brushes automáticos (com imagens)

History Brush (historico do pincel)

Como o próprio nome diz esta ferramenta mantém os efeitos, tamanho, dimensão e tipo de brush utilizado na ultima sentença, sendo assim facilmente aplicado se necessário.

Eraser (borracha)

Esta dispensa comentários, é a simples borracha, no entanto devemos lembrar que todas as ferramentas elas funcionam na camada selecionada.

Bucket (pintar)

Bom aqui nós temos o famoso baldinho de tinta, podemos ou pintar com cor sólida em uma palheta de 2 cores ou então formar um degrade pré-definido ou um degrade com as duas cores da palheta.

Blur (borrar)

O blur é uma ferramenta para borrões, muitos se perguntam por que borrar algo, mas para frente vocês poderão entender por que borramos partes de camadas. O borrão pode ser feito de 3 formas, efeito borrão por água, efeito borrão pela mão e o efeito borrão por um objeto.

Dodge (clareamento)

Esta ferramenta altera o nível de branco de uma imagem/camada. Ela pode deixar uma imagem/camada mais clara ou mais escura, assim como tirar a cor deixando em algo próximo do preto e branco.

Pen (caneta, desenho por paralelas)

A caneta nada mais é do que uma caneta normal, ela pode criar formas para você atrás de padrões pré definidos, criação manual, criação por links (cliques), criação por paralelas e por outras formas. Basicamente a caneta serve apenas para desenhar uma rota ou trajetória, assim como um objeto ou forma. Os efeitos devem ser adicionados posteriormente em “effects” que veremos em uma próxima matéria.

Type (texto, escrita)

Aqui temos as ferramentas para texto, fontes, cores, tamanho, proporção, dimensão, pixel, relevância entre outras funções como alinhamento e posição. Uma ferramenta muito simples de se usar.

Selection (seletor de objeto)

A ferramenta de seleção permite que você selecione partes do seu trabalho, quando se tem um trabalho com muitas camadas, achar tais camadas para agrupar ou para qualquer outro motivo dentre todas elas pode ser algo trabalhoso para quem não se organiza para isso a ferramenta selection permite que você, por exemplo, separe e agrupe todos os brushes, todas as imagens, todas as camadas sem efeitos e assim por diante. Eu particularmente não tenho o costume de usar.

Rectangle (auto forma)

As auto-formas são objetos que podem ser pré definidos pelo próprio programa, ou podem ser adicionadas, assim como desenhadas. Tais auto formas servem para a criação de objetos ou simplesmente para uso de pequenas edições.

Notes (notas)

Estas são pequenas notas as quais você pode adicionar comentários e posicionar sobre o seu trabalho, mesmo um trabalho após finalizado tais notas só se apresentam no arquivo original (.PSD), nos concluídos como .jpeg ou .png, por exemplo, não apresentam os comentários e as notas. É uma ferramenta bem útil para grandes trabalhos ou para trabalhos complicados com muitos efeitos e afins, para que você não se perca no desenvolvimento.

Eyedropper (conta gotas)

Nada de segredo aqui, um conta gotas básico, com 3 funções, sendo elas o conta gotas em si, que vai selecionar a cor do pixel que voce deixou selecionado, a segunda função permite que voce selecione 2 ou mais cores mostrando todas as informações necessárias, tais como RGB, CMYK e as suas variáveis em bits e uma terceira função que cria uma variável de cores através de uma reta, mostrando coordenadas e como a segunda ferramenta com as variáveis de cores.

Hand (mãozinha)

Mesmo que não tenha entendido o uso real desta ferramenta, pelo que sei e posso notar ela apenas libera algumas opções de visualização do seu trabalho, assim como mostra coordenadas da imagem e seletores de cores.

Zoom

Zoom, simplesmente zoom. Pode aumentar ou diminuir, assim como organizar a imagem para o tamanho da tela, deixar no tamanho normal entre outros.

Color’s (paleta de cores)

A paleta de cores pode ser selecionada com duas cores e você alterna entre elas quando necessário, você também pode editar cada tipo de sistema de cor.

Mask (mascara)

Esta ai uma ferramenta que eu não tenho total conhecimento, diria que quase conhecimento nulo. Fazendo o famoso copia e cola, de um outro site qualquer na internet, segue breve descrição da ferramenta.

Quick Mask, ou máscara rápida, no Photoshop, é uma maneira fácil de criar seleções em imagens . Você pinta determinada área da imagem para selecioná-la. Auxilia muito na hora de recortar a imagem.

Screen mode (modos da tela)

Em screen mode você pode organizar a visibilidade da janela de acordo com alguns parâmetros, tais como full screen, sem ferramentas, entre outros. Util para quando você precise trabalhar profissionalmente.

Espero que isto tenha ajudado, em breve monto outras partes do Photoshop, a barra de ferramentas é sim a parte mais importante, mas ela em si não soma 20% do Photoshop.

Fonte: russ4n0.wordpress.com

Como criar um banco de dados no MySQL

Untitled-14
Você pode criar um banco de dados no MySQL em 1 minuto direto na linha de comando – isto depende da velocidade com que você digita. Neste tutorial, vou mostrar como criar um banco de dados e deletar o banco de dados, usando o cliente MySQL.

Comece por abrir um terminal e digitar o comando para entrar no cliente MySQL:

mysql -u root -p
CREATE DATABASE

Para exemplificar, vou mostrar a criação do banco de dados chamado aula. Veja como:

CREATE DATABASE aula;
Isto é o suficiente para criar um banco de dados no MySQL. Experimente criar um outro por conta própria.

ou Inicie o WampServer ou outro Servidor web, no caso do WampServer inicie em Iniciar >> Todos os Programas >> WampServer >> start WampServer64
iniciar

Abra o phpPMyAdmin (O phpMyAdmin é um gerenciador web de banco de dados MySQL), próximo ao relógio acesse o WampServer e clique em phpMyAdmin
wamps

Ao abrir aparecerá no navegador o seguinte endereço:
http://localhost/phpmyadmin

Clique em New, menu esquerdo.
01
Insira no campo o seguinte texto: aula selecione a collection que é responsável pelos caracteres aceitáveis, selecione utf8_general_ci e clique o botão Criar.

Neste momento você acaba de criar um banco de dados pelo phpMyAdmin.

Se quiser ver a relação dos bancos de dados criados use SHOW:

SHOW DATABASES;
Só pra lembrar, os comandos MySQL devem terminar sempre com “;” no final.

Como remover um banco de dados

Este comando não tem volta, é irreversível. Tenha cuidado com o que vai fazer.
Para remover um banco de dados criado use o comando DROP. Veja como:

DROP DATABASE aula;

Removendo utilizando o phpMyAdmin
Selecione primeiramente o banco de dados que queira excluir. Lembrando Este comando não tem volta, é irreversível. Tenha cuidado com o que vai fazer.
aula

Após selecionado click em operações, selecione o link “Apagar a Base de Dados (DROP)”, será aberta uma pergunta de confirmação, se estiver certo clique em ok.
Untitled-4

Conclusão

Agora você já sabe como criar bancos de dados no MySQL, leia outros textos sobre o assunto e aprofunde o seu conhecimento.